Jornalismo em Portugal no Alvorecer da Modernidade

Autor: Jorge Pedro Sousa
Data de Lançamento: 2014
Páginas: 375
ISBN: 9789897290640


17,00 

Em stock

Descrição

Este livro detém-se sobre o momento em que, na história de Portugal, a difusão interpessoal de notícias se começa a institucionalizar em torno de publicações seriadas e de periódicos informativos destinados a um público vasto. Além de apontar razões materiais e socioculturais para a génese do jornalismo português, a obra disseca o discurso de algumas das primeiras publicações ocasionais e periódicas portuguesas dos finais do século XVI e do século XVII, entre as quais três relações de naufrágios, as Relações de Manuel Severim de Faria (1626-1628), a Gazeta alcunhada “da Restauração” (1641-1647) e o Mercúrio Português (1663-1667). Entre as principais conclusões do autor pode realçar-se a ideia de que Portugal acompanhou o movimento de expansão do periodismo europeu no século XVII, pois replicaram-se no país – se bem que a uma escala limitada – algumas das condições materiais e socioculturais que tornaram bem-sucedidos os periódicos informativos, mesmo quando tinham um viés político, e os folhetos ocasionais que antecedem o género jornalístico da reportagem.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Jornalismo em Portugal no Alvorecer da Modernidade”