Lançamento do Livro “O Periodismo Político da Pós-Vilafrancada ao Setembrismo (1824-1836): Um Mundo Cativante e Multifacetado”, de José Augusto dos Santos Alves

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 23/10/2018
6:30 pm - 7:30 pm

Localização
El Corte Inglés

Categorias


No próximo dia 23 de outubro, será apresentado o livro “O Periodismo Político da Pós-Vilafrancada ao Setembrismo (1824-1836): Um Mundo Cativante e Multifacetado”, de José Augusto dos Santos Alves, editado pela Media XXI.

O evento, que decorrerá na Sala de Âmbito Cultural do El Corte Inglés de Lisboa (Piso 6), contará com presença da Diretora-Geral da Biblioteca Nacional de Portugal, Drª Maria Inês Cordeiro, e do Investigador do Centro de Humanidades (CHAM) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Drº João Pedro da Rosa Ferreira, que ficarão responsáveis pela apresentação da obra.

Sobre o Livro
“O Periodismo Político da Pós-Vilafrancada ao Setembrismo (1824-1836): Um Mundo Cativante e Multifacetado” vem juntar-se a “Glória, Memória e Mito: o periodismo vintista (1820-1823)”, livro também editado pela Media XXI e que está disponível em www.mediaxxi.com/loja/gloria-memoria-e-mito-o-periodismo-vintista-1820-1823, na análise do periodismo em Portugal no séc. XIX.
Este trabalho de fôlego demonstra a capacidade das excelentes fontes de informação que são os periódicos para dinamizar a opinião pública e o importante papel que ocupam na preservação e compreensão do passado. Através delas, o autor faz um retrato sociopolítico, económico e cultural extremamente completo de uma das mais relevantes épocas da nossa história.
Esta obra constitui leitura obrigatória para docentes, estudantes e profissionais do setor e para todos os interessados em História e Jornalismo.
“Pode dizer-se que os historiadores escrevem um passado à luz do seu presente. Como diz W. Benjamin, nenhuma realidade é antecipadamente um facto histórico. (…) Qualquer obra, antiga ou moderna, é matéria de reflexões, subentendidos múltiplos, reminiscências ressuscitadas, reconciliações, genealogias, recorrências, reaparições, entrecruzamentos. Assim sendo, tendo presente esta conceção operatória, também posso acrescentar que cruzar periódicos é cruzar saberes.”
José Augusto dos Santos Alves

Sobre o Autor
José Augusto dos Santos Alves é licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, é mestre em História Cultural e Política, doutor e agregado em História e Teoria das Ideias (História das Ideias Políticas), pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É investigador do Centro de História da Cultura da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, desde 1982. Docente universitário, na área de História dos Media e História da Cultura Portuguesa, foi o organizador, e principal responsável, do Congresso Internacional de Comunicação – De Gutenberg ao Terceiro Milénio, realizado na Fundação Calouste Gulbenkian, no ano de 2000. É membro da Association International des Sociologues de Langue Française (AISLF), da Asociación de Historiadores de la Comunicación (AHC), do Foro Iberoamericano sobre Estrategias de Comunicación (FISEC) e do Groupement d’Intérêt Scientifique – Participation du Public, Décision, Démocratie Participative (GIS).

À sua bibliografia pertencem obras e estudos como “A Opinião Pública em Macau: a Imprensa Macaense na Terceira e Quarta Décadas do Século XIX”; “Comunicação e História das Ideias: A Génese do «Editorial Político»”; “Ideologia e Política na Imprensa do Exílio – o Portuguez (1814-1826)”; “O Poder da Comunicação – A História do Poder dos Media: dos Primórdios da Imprensa aos Dias da Internet”; “Un Nouveau Paradigme Communicationnel au Tournant du XIX Siècle et L’Émergence de L’individu Social Moderne” – Identités en Errance Multi-identité, Territoire Impermanent et Être Social; “Nas origens do Periodismo Moderno: Cartas a Orestes de João Bernardo da Rocha Loureiro”; “Brazilian Transitional Periodical Journalism in the Dynamics of the Transatlantic Circulation of the Press ” – International Journal of Humanities and Social Science; “The Special Issue on Business & Social Science”; “A Opinião Pública em Portugal: Da Praça Pública à Revolução (1780-1820)”; “Glória, Memória e Mito: o Periodismo Vintista (1820-1823)”; “Dicionário do Periodismo Político Português do Século XIX. (vol. 1 A-C)”; “A Imprensa de Língua Portuguesa no Oriente”.